Dicas Saúde

TRANSTORNO DE COMPULSÃO ALIMENTAR

trantorno alimentarO que é transtorno de compulsão alimentar?

Pessoas com transtorno de compulsão alimentar muitas vezes comem uma grande quantidade de alimentos e se sentem fora de controle quando estão comendo. Ao contrário da bulimia ou anorexia, comedores compulsivos não vomitam a comida. Devido a isso, comedores compulsivos estão muitas vezes acima do peso ou obesos.

Pessoas com transtorno de compulsão alimentar também podem:

  1. Comer mais rapidamente do que o normal, durante os episódios de compulsão;
  2. Comer até não aguentar mais;
  3. Comer quando não estão com fome, e sentem-se tristes, deprimidas ou culpadas depois de comer demais.

O que causa o transtorno de compulsão alimentar?
Os pesquisadores não tem certeza sobre as causas e natureza da compulsão alimentar e outros distúrbios alimentares. Os transtornos alimentares provavelmente envolvem atividades anormais em várias áreas diferentes do cérebro.

Os investigadores estão olhando para os seguintes fatores que podem afetar a compulsão alimentar:

  • Depressão. Como metade de todas as pessoas com transtorno de compulsão alimentar está deprimida ou foi muito pressionada no passado.
  • Fazer dieta. Algumas pessoas após pular refeições, não comem comida suficiente a cada dia, ou evitam certos tipos de alimentos.
  • Habilidades de enfrentamento. Os estudos sugerem que as pessoas com compulsão alimentar podem ter problemas para lidar com algumas de suas emoções. Muitas pessoas que são comedoras compulsivas dizem estar com raiva, tristes, aborrecidas, preocupadas, ou estressadas.
  • Biologia. Os pesquisadores estão investigando como os produtos químicos do cérebro e do metabolismo (o modo como o corpo utiliza calorias) são afetados. A pesquisa também sugere que os genes podem estar envolvidos na compulsão alimentar, uma vez que a doença ocorre com frequência em vários membros da mesma família. Neuroimaging, ou imagens do cérebro, também pode levar a uma melhor compreensão do transtorno de compulsão alimentar.
  • Certos comportamentos e problemas emocionais são mais comuns em pessoas com transtorno de compulsão alimentar. Estes incluem abuso do álcool, agindo rapidamente, sem pensar (comportamento impulsivo), não se sentir no comando de si mesmos, e não se sentir uma parte de suas comunidades.

Quais são as consequências para a saúde do transtorno de compulsão alimentar?
Pessoas com transtorno de compulsão alimentar são geralmente muito chateadas com a sua compulsão alimentar e podem se tornar deprimidas. A pesquisa mostrou que as pessoas com transtorno da compulsão alimentar periódica tem mais problemas de saúde, stress, problemas para dormir e pensamentos suicidas do que as pessoas sem um transtorno alimentar. Pessoas com transtorno de compulsão alimentar muitas vezes se sentem mal sobre si mesmas e podem faltar ao trabalho, escola ou atividades sociais para poder comer. Podem também ganhar peso.

O ganho de peso pode levar à obesidade e obesidade aumenta o risco para estes problemas de saúde:

  • Diabetes de tipo 2;
  • Pressão alta;
  • Colesterol alto;
  • Doença da vesícula biliar;
  • Doença cardíaca;
  • Certos tipos de câncer.
  • Todos esses problemas podem afetar diversas partes do corpo, inclusive sua pele, e nem mesmo up skin creme facial pode reverter certos danos.

As pessoas obesas com transtorno de compulsão alimentar muitas vezes têm outras condições de saúde mental, incluindo:

  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Os transtornos de personalidade.

Alguém com transtorno de compulsão alimentar pode ficar melhor?
Sim! Pessoas com transtorno de compulsão alimentar devem procurar ajuda de um profissional de saúde, como um psiquiatra, psicólogo ou assistente social. Tal como acontece com bulimia, existem diferentes maneiras de tratar transtorno de compulsão alimentar que podem ser úteis para algumas pessoas.

Related Posts